Venha para o balonismo. Precisamos de si.

Embora com as dificuldades que sempre surgem, o balonismo desportivo nacional, vai seguindo a rota prevista. O número de pilotos com objectivos desportivos continua a aumentar, alguns clubes estão a preparar a sua actividade com balões e a competição oficial irá ser uma realidade, já durante este ano de 2005.

A formação dos primeiros observadores, irá permitir que possamos ter, pela primeira vez, competição oficial, isto é, enquadrada nos regulamentos internacionais da FAI e nas regras nacionais do IDP. É a concretização de um objectivo que podemos considerar importante, se atendermos a que, há dois anos, não tínhamos, sequer, solução para a formação de pilotos nacionais.

Com o início da competição oficial, em Março próximo, reforça-se a vontade de definir mais metas, embora a capacidade de produzir esteja, praticamente, esgotada. A verdade é que somos poucos.

Continuaremos a apoiar a formação de clubes e a criação de secções de balonismo em clubes já existentes, continuaremos a formar pilotos e continuaremos a fomentar a adesão de novos praticantes, ao mesmo tempo que iremos lançar uma ideia que, pacífica em muitos países, pode ser considerada, entre nós, como muito ambiciosa.

Vamos dar os primeiros passos para atrair Voluntários. Leu bem, Voluntários.

Porque nem todos querem ou podem ser pilotos e porque o balonismo desportivo envolve bastante gente, além dos pilotos, iremos lançar, este ano, a primeira formação de Tripulações que integrarão as futuras equipas de balonismo. Será um curso onde será feita uma aproximação muito importante ao balonismo desportivo.

Os interessados neste programa, deverão contactar esta comissão através de cpbd@fpaero.pt.

Visite http://balonismo.no.sapo.pt